Empréstimos online

No artigo de hoje vamos falar sobre os empréstimos online. O que são? Quais as diferenças entre este tipo de financiamento e os financiamentos das comuns instituições bancárias? Como poderei aceder a este tipo de empréstimos? Estas e outras perguntas serão a base para a criação deste artigo.

Conheça todas as nossas soluções de empréstimos clicando aqui.



  • O que são os empréstimos online?
    São modalidades de financiamento que não rquerem a deslocação do cliente a uma agência física para fazer o seu pedido de crédito. Todo o processo de financiamento é tratado online e por correio, sendo que numa primeira fase, o cliente acede ao site de uma empresa de crédito online, preenche algumas informações pessoais, quantia pretendida, prazos de pagamento, etc. Posteriormente, a empresa em posse dos dados, fará uma análise do seu pedido e se for aprovado, enviara-lhe-á alguns documentos para preencher bem como outras informações relevantes para avançar com o processo.
  • Quais as diferenças entre os empréstimos online e os empréstimos comuns?
    Além do facto que já referimos, de todo o processo ser tratado online e pelos correios e de não ser necessária a deslocação a uma agência fisíca, as grandes diferenças entre os empréstimos online e os empréstimos junto das instuições financeiras comuns, residem no facto de este tipo de empréstimo ser um processo, menos burocrático, mais simples e rápido mas como consequência disso, mais caro, ou seja, com taxas de juro mais elevadas, pois os riscos de incumprimento são mais elevados.
  • Como ter acesso a este tipo de empréstimos?
    Basta para isso visitar os sites das instituições de crédito rápido, como a Proposta Financeira. Esta é a empresa mais recente no mercado e a que oferece melhores condições pois faz uma análise de todos os tipos de financiamento existentes, escolhendo o que melhor se adequa ao seu caso. Visite já o site desta empresa clicando aqui.


    Além desta, existem ainda outras empresas que concedem empréstimos online, como Cofidis, a Flexibom, ou a Cetelem, por exemplo, sendo que o nosso conselho passa pela que referimos inicialmente pelas razões mencionadas.


    Uma vez mais esperamos ter ajudado na dissipação de algumas duvidas.


    Até á próxima!